tendencia-de-mercado

Tendência de mercado, residências controladas por voz já são realidade no Brasil

As casas do futuro, tal qual se viam em desenhos das décadas de 1960 e1970, como os Jetsons, estão se tornando uma realidade alcançável e devem causar grande impacto econômico no mercado imobiliário de todo o mundo. De acordo com dados da World Global Style Network (WGSN) – agência que monitora tendências internacionais – a automação residencial deve movimentar cerca de100 bilhões de dólares no mundo até o fim deste ano.

No Brasil, segundo a Associação Brasileira de Automação Residencial e Predial (Aureside),estima-se que cerca de 300 mil residências já possuam equipamentos de automação, sendo que o potencial para fornecimento desses equipamentos era de 1,8 milhões de casas em 2015. Em janeiro de 2020, o Sebrae Inteligência Setorial divulgou uma pesquisa afirmando que smart homes estão cada dia mais em alta e é uma tendência fundamental da construção civil para a próxima década.

De olho nesse movimento, já há empresas que realizam a instalação de um hardware, que possibilita o controle por voz de comandos residenciais. Além disso, a construção civil e as incorporadoras imobiliárias estão projetando seus empreendimentos com essa facilidade e consideram o valor da automação no custo-benefício do m².

A GT Building, uma das principais incorporadoras imobiliárias no Paraná, faz parte desse nicho e até o momento, em seu catálogo de empreendimentos, possui dois edifícios de altíssimo padrão com o serviço de controle por voz já embutido. São eles: o Rio Rhône e o Denmark, compatíveis com a Inteligência Artificial (IA) da Control4 e da Amazon, a Alexa, e com o Google Home. Já o alto padrão Maison Alto da Glória possui sistema de automação de iluminação “stand alone”, também compatível com os sistemas de controle por voz. No entanto, esses imóveis não serão os únicos.A empresa alega que o sucesso foi tanto, que 100% de seus empreendimentos terão alguma automação embarcada.

Para atestar a qualidade do serviço entregue e oferecer a automação incluída no preço do imóvel, a empresa está lançando o diferencial Controle Por Voz. A certificação, que faz parte de uma série de diferenciais, servirá para certificar que o empreendimento tem o padrão ideal para quem quer viver em um ambiente smart.

Para João Alfredo Thomé, Diretor da GT Building, a automação atrelada à Inteligência Artificial é uma forma de proporcionar mais comodidade ao morador, independentemente de quais sejam suas necessidades diárias. “A automação proporciona praticidade e conforto. Muitas pessoas ainda não estão acostumadas com a tecnologia, mas em breve ela se tornará um item de série, assim como os carros automáticos que foram se tornando cada vez mais procurados.Nos apartamentos, será possível criar cenários de iluminação, controlaras persianas, bem como a climatização de ar condicionado e pisos aquecidos. Os sistemas de áudio e vídeo e até alguns eletrodomésticos, como a cafeteira, também poderão ser programados de acordo com a necessidade do morador, como começar a tocar a banda preferida enquanto o café é preparado às 7h da manhã, apenas com programação prévia”, explica.

A sócia-proprietária da empresa de automação Nobel Home, Jéssica Narita Hattori, diz que a automação residencial entregue junto ao empreendimento valoriza o imóvel e pode atrair mais clientes. “Uma pessoa que está interessada em comprar um apartamento pode se sentir muito mais suscetível a investir naquilo que ela pode querer algum dia, como é o caso do controle por voz. O conforto em apartamentos de alto padrão não se resume somente a sofás e camas confortáveis ou eletrodomésticos sofisticados, mas também ao conforto tecnológico, em que com um único comando de voz, é possível desligar todas as luzes do imóvel, checar todas as janelas, desligar todos os equipamentos e ligar o alarme. Isso agrega valor ao empreendimento e traz praticidade ao morador.

Conheça a Alexa e o Google Home

A Alexa, a assistente virtual da Amazon, foi lançada em 2014 e desde então recebeu atualizações em produtos relacionados, como o Amazon Echo Original, o Echo Dot e o Echo Show5. Possui uma série de ações comandadas por voz, que vão desde a automação residencial a pedidos de delivery e informações bancárias.

O Google Home foi lançado em 2016 e tem como um de seus grandes trunfos o fato do sistema Android ser amplamente difundido no Brasil. O Google Home tem habilidades muito semelhantes às da IA da Amazon, porém, entre as principais diferenças está a quantidade de dispositivos disponíveis e suas diferenciações. A linha Echo possui diversificação de qualidade de som, vídeo e quantidade de apps em casa entre seus produtos, enquanto o Google se distingue apenas no tamanho do modelo.

You May Also Like

pay-per-use

Pay per use: o que é e como o sistema funciona em condomínios?

smart home

Smart home: conheça as vantagens de ter um apartamento inteligente

Aquecimento residencial: como a arquitetura influencia no seu conforto?

automação-residencial

Veja as vantagens de inserir a automação residencial em sua casa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.